Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

vamosfalardequê

Umas quantas opiniões

vamosfalardequê

Umas quantas opiniões

Vamos falar de revelações

Não sei se estou enganado mas parece-me que recentemente têm havido algumas revelações com algum peso. A maior parte delas e também as únicas de que me lembro são de atletas profissionais a assumirem a sua homossexualidade. Tanto quanto sei existem 2 casos na Europa, a actual capitã da Selecção Inglesa e um antigo internacional alemão, não me recordo dos nomes deles. Nos EUA sei também de dois casos a nível do desporto, um jogador da NBA e um da NFL.

O caso mais recente centra-se na actriz principal do filme de 2007 Juno, Ellen Page que assumiu aos 26 anos, apesar de parecer ter 18, perante uma plateia de adolescentes.

O que eu queria mesmo falar não era deste assunto, mas quando me lembrei não tinha onde escrever e acabei por me desviar um pouco, como tem sido hábito.

A revelação, se é que lhe posso chamar isso, que tenho a fazer não tem um impacto tão grande. Mas para alguém que desde que usa a internet tem usado não um alter-ego, apesar de lhe ter chamado assim num post anterior, mas um pseudónimo é qualquer coisa de impacto. Acho que isto tem um pouco a haver com o crescimento. E sim, eu sou apoiante da ideia, digamos parva mas parte verídica de que nós homens não crescemos, apenas ficamos maiores e mais peludos. É um pouco extremista mas tem o seu quê de verdade.

E já estava a divagar outra vez, a "revelação" é passar o meu nome, Fábio, no Blog em vez de Warzie, apesar de ele já aparecer no perfil. Criei esse pseudónimo quando idealizei o Blog, caso algum dos meus amigos o encontrasse. Não sei bem porquê tenho um medo irracional que alguém próximo o descubra e por alguma razão não goste do que está escrito e se chateie. Paranóia? Talvez. Mas acredito que não seja o único com o Blog "secreto".

 

Boa semana

Vamos falar do que não aconteceu

Recentemente publiquei o que poderia acontecer caso o meu requerimento junto dos serviços académicos da faculdade não fosse aceite, acontece que foi aceite. Há cerca de meia hora lembrei-me de lá ir e lá estava o e-mail com o que eu queria ler "(...)informa-se V. Exa. que foi autorizada a sua renovação de inscrição anual fora de prazo para o ano letivo 2013/2014(...)". A felicidade foi tal que não resisti em largar um estranho riso num tom agudo. De manhã tenho de lá ir para "oficializar" a inscrição.

Apesar de desde o último post não se ter passado muito, isto tinha de ser partilhado. Agora tenho é de me aplicar e conseguir passar.

Outra coisa que até posso partilhar, e pode parecer estranho eu estar a dar tanta atenção, não sei se é pelo facto de ter passado a usar os óculos a tempo inteiro e ter deixado crescer a barba, mas parece que estou a receber mais atenção do público feminino, não me queixo e honestamente pode continuar, pode ser que seja desta que o estado civil tenha uma mudança.

 

Vou ficar por aqui,

 

Warzie

 

Vamos falar do que está para trás

Acho que é algo que acontece com a maioria das pessoas. Chega a um ponto na vida em que se olha para trás e se pensa em tudo o que se fez e o que não se fez. Não é o caso. Por outro lado e ao ver que este post tem um número, digamos, redondo resolvi olhar para o que já publiquei até hoje.

Este post era para ter sido publicado ontem, mas uma união entre o sono e a preguiça impediram-me de o fazer e ainda bem. Durante o dia pus-me a pensar em qual seria o resultado se isto tem vindo a público. Ia ser muito parecido ao post comemorativo do 1º ano. Tinha de ter uma razão para eu gostar de pensar no que escrever antes de o fazer.

Actualmente com 21 anos já posso olhar para trás e de certa forma refletir no meu eu de há uns anos atrás. E o que é que eu vejo no meu eu de há uns anos atrás? Um cromo. Com todas as letras.

Fazendo essa reflecção pelas 2 décadas, posto assim pareço bem mais velho, desde que nasci até aos meus 10 anos era um miúdo normal. Tímido, pouco falador, também porque também não demonstrava grande interesse e acho que, sem me querer gabar, era um dos melhores alunos da minha turma, muito em parte pela ajuda que as minhas irmãs me davam no estudo, que eu na altura achava que não servia para muito.

Na década seguinte, posso dizer que foi aí que os anos de cromo começaram. Só encontro uma culpada,a puberdade, Eu sei que é um bocado cliché culpá-la, mas é a verdadeira culpada. Dos meus 11 aos 19 anos foram os meus maiores anos de cromo. Daqueles em que se olha para trás e pensa-se "a sério que eu fiz/disse aquilo?". Por sorte, essa fase de cromo acabou por volta dos 16/17, mas ainda teve um ou dois momentos nos meus 18, mas nada de alarmante, mas como já estava na faculdade posso entregar a culpa a outra entidade. Espero que esta nova década em que entrei seja melhor no que toca à cromice.

Pode parecer que não estou a dar valor à minha pessoa, mas até tem uma certa piada olhar para trás e ver pelo já passei.

 

Boa noite.

 

Warzie

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D