Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

vamosfalardequê

Umas quantas opiniões

vamosfalardequê

Umas quantas opiniões

Não desconfiei

Já tinha lido algumas vezes e é tema que até já calhou anteriormente em conversa, mas devo dizer que fui ingénuo e não é demais relembrar.

Quando alguém dos tempos de escola com quem não falas há pelo menos 3 anos mete conversa espontaneamente é de desconfiar, há sempre uma hipótese de ser um funil invertido.

23:11

- barriga cheia, dentes lavados e cama confortável são factores que parecem ajudar na minha escrita e possíveis parvoíces sobre as quais possa vir a escrever - 

A quarentena não foi tão horrível como algumas pessoas a descreveram. Estar em casa o dia todo com roupa confortável e não necessariamente apelativa, televisão ou música como pano de fundo e almoçar e jantar sempre com a minha namorada. Podemos fazer sempre isto por uma semana apenas todos anos a partir de agora? Não? Pronto, tentei então. 
Agora num tom mais sério, acredito que para algumas pessoas lhes tenha custado. É da natureza humana ser do contra, ou pelos menos assim parece. Por exemplo, cada vez mais se atenta à ergonomia quando se desenham novas cadeiras. E como é que nós sentamos e sentimos mais confortáveis? Pois, lá está.
Eu estive em casa entre finais de Março e finais de Junho, 3 meses praticamente. Parte em tele trabalho e parte em desemprego. Não saí de onde estava devido à pandemia. Fi-lo pelo meu bem estar mental. No decorrer dos últimos tempos, eu andava sempre nuns altos e baixos no que tocava à minha estabilidade emocional, ora estava muito bem e super confiante no trabalho, como estava muito em baixo e só me apetecia ficar em casa a olhar para a televisão sem fazer grande esforço mental.
Já perto do fim do confinamento houve um desentendimento entre mim e a empresa onde trabalhava e decidi apresentar a minha demissão. Felizmente facilitaram-me a saída e não pensei duas vezes.
Admito que também tive as minhas inseguranças quando comecei neste novo trabalho. Sentia-me um pouco sem norte devido ao dito micro managing que já tinha experienciado. Actualmente tenho mais liberdade na tomada de decisão e é bom. Sinto-me mais útil e não apenas mais um.

23:38

Depois de ter feito uma rubrica sobre coisas que se passavam no cais do sodre em Lisboa, ontem à noite, e antes de adormecer, tive algumas ideias sobre o que escrever para não deixar, uma vez mais, o blog com grilos como barulho de fundo.

Uma delas foi dar a conhecer coisas que na minha ideia só eu faço, só que não. 
A minha namorada às vezes diz que a minha cabeça vive numa utopia, o que não é descabido. Às vezes comento com ela certas situações da sociedade e dou, como se diz em inglês, os meus dois cêntimos sobre o assunto. Felizmente estas coisas não saem das nossas 4 paredes ou das 3 portas do carro e acabamos por ter uma discussão saudável em como as coisas não são tão preto no branco, há mais cores na paleta. Um mundo em que toda a gente se orientasse pela minha cadeia de pensamento seria um lugar estranho. E não, não tenho quaisquer ambições em tornar Portugal num estado em que a minha palavra seria lei. 
 

Deixa lá o telemóvel no bolso

Ontem pode-se dizer que foi o dia grande da festa já que vio um nome conhecido da música nacional, o Agir, nunca sei se se pronuncia como ao verbo ou com uma leve acentuação no A. Com tal visita, o recinto encheu e o espaço por cima das nossas cabeças também, só telemóveis no ar.

Eu só peço um favor, se eu fui lá foi para ver ao vivo, não pelo ecrã do teu telemóvel enquanto filmas o concerto. Porque, diz-me lá, quando é vais voltar a ver esses vídeos do concerto com mau som, ainda por cima, quando podes ver/ouvir as mesmas músicas com melhor qualidade no Youtube ou no Spotify. Mas é como a minha mãe diz, cada um é como é.

Só para armar confusão

Eu posso estar enganado, mas da última vez que confirmei ser adepto do um clube implicava apenas apoiá-lo incondicionalmente, não ir infiltrado para os festejos de outro clube para arremessar garrafas e talvez outros objectos. Mas como disse antes, posso estar enganado.

Quero ver é se no dia 31 de Maio, estes mesmos pseudo-adeptos vão com tanta protidão para o Marquês, Alvalade ou lá onde for para festejar.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub