Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

vamosfalardequê

Umas quantas opiniões

vamosfalardequê

Umas quantas opiniões

Até que deixa saudade

Pela primeira vez desde 1998 não vou fazer renovação de matrícula. Acabaram-se os formulários a preencher, as filas de espera e tudo isso.

É certo que no ano lectivo passado o processo não foi como nos anos anteriores, mas mesmo assim envolveu uma viagem até aos serviços académicos da faculdade.

E para mais com algumas pessoas no facebook a darem as boas vindas aos novos caloiros e outras a publuicarem onde ficaram colocados é normal que uma pessoa comece a sentir uma certa saudade.

O mais próximo disso que eu posso fazer é inscrever-me num mestrado, para voltar à azafama das aulas, dos trabalhos e dos tempos mortos que ainda se arranjam lá pelo meio. Não é algo que descarte.

Agora a maneira de matar saudades é assim que começar a praxe, tirar o traje do armário e ir até ao centro de praxe para ver como se portam os novos caloiros.

Decidi voltar a ver O Rei Leão

Ontem depois de ter visto um vídeo no Watchmojo em que uma das cenas mais tristes dos filmes Disney era a morte do Mufasa, não pensei duas vezes e fui logo para o Wareztuga.tv para ver o filme antes de ir para o trabalho.

Assim que apareceu o nascer do Sol e começou a música arrepiei-me e lembrei-me das muitas tardes enquanto criança que ficava sentado no sofá a ver o filme uma e outra vez.

 

Acho que hoje não vamos falar

Pela primeira vez faço um post em que o título começa de maneira diferente. Porquê? Bem, nem sempre é fácil arranjar maneira de simplificar o que quero escrever. E também porque às vezes o que tem piada ao início, acaba por perdê-la tempos depois. Sei que me vai custar a habituar, mas depois vai-me parecer das coisas mais banais. E mais tarde quando me apetecer ver os primeiros posts e vir todos aqueles "Vamos falar de(...)" vou lembrar-me do começo, quando não usava tags, quando usava um alter-ego e quando o meu único leitor era o meu melhor amigo, a única pessoa no meu círculo de amigos que sabe da existência deste blog, mas que continua a segui-lo como nos primeiros dias.

Vamos falar do primeiro aniversário

O aniversário é só mesmo amanhã, mas devido a uma possível sobreposição de horários decidi escrever já hoje. 

Este Blog "nasceu" no dia 13 de Dezembro de 2012 numa altura em que eu não tinha cabeça para grande coisa, em muito devido à pressão "mete nojo" que se fazia sentir no local onde trabalhava. Procurava um sítio onde pudesse escrever à vontade sem ter de estar sempre a esconder algo. É certo que na Internet as coisas estão ainda mais à vista, mas o facto de se tratar de algo com pequeno, ajuda a manter o anonimato.

A minha ideia original surgiu quando estava a estagiar em 2010 numa unidade hoteleira. Apetecia-me escrever, só não sabia sobre o que é que poderia escrever. Na altura até já tinha um nome para esse Blog. "Blog do Faz Pouco". A ideia era escrever pequenos textos sobre as estadias, sem divulgar os nomes, apenas referindo o número do quarto, agora que penso nisso vejo que ia violar um pouco a privacidade dos hóspedes. Até já tinha a estratégia para o publicitar. Imprimir o link do Blog em pequenos papéis e espalhá-los pelas casas-de-banho dos espaços públicos do hotel.

Mas, não sei se felizmente ou infelizmente, acabou por não se concretizar. E fiquei assim 2 anos sem pensar muito no assunto desse ou de qualquer outro Blog. 

É certo que quando temos algo na ideia ainda demora até sair. E assim também foi com o Blog. Mas um dia depois das aulas lá me decidi. Primeiro fui a um site  da concorrência no que toca a Blogs, mas pedia o número de telemóvel e como não gosto muito da ideia de ter o número na Internet, decidi procurar noutro local. E foi assim que descobri que o SAPO também tinha esta possibilidade.

Depois de o criar fui logo escrever mesmo sem ter um tema pensado, daí o título do primeiro post.

O que eu queria mesmo fazer era escrever qualquer coisa todos os dias, mas nem sempre tinha tempo/vontade. Essa falta de tempo/vontade pode ter levado a uma perda dos poucos leitores que tive.

Nos posts mais recentes tenho me apercebido que me venho a desviar da original intenção, escrever da primeira coisa que me vem à cabeça, tentando não personalizar, mas por fim aconteceu. Não me arrependo, normalmente não me arrependo do que faço, mas fico sempre com aquela sensação que podia ter feito de outra forma. Se isso for arrependimento, parece que afinal sempre sinto disso.

Não era bem isto que tinha em ideia para a explicação deste 1º ano, mas foi o que consegui escrever. Espero ainda voltar cá até ao fim do ano.

Apesar de já utilizar isto há um ano, ainda descubro coisas novas como tags. Pelo que percebi pela pequena explicação que vem junto, pode-se dizer que são os primórdios dos hashtags existentes nas redes sociais. E hoje, pela primeira vez vou utilizar com a esperança que isso ajude na divulgação do Blog.

 

Aceitam-se comentários,

 

Warzie

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D