Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

vamosfalardequê

Umas quantas opiniões

vamosfalardequê

Umas quantas opiniões

Vizinhos

Como já mencionado antes, acho, actualmente moro num T1 com a minha namorada. Tirando uma ou outra discussão pontual e sessões de treino que claramente têm os conhecidos jumping jacks, o prédio é bastante calmo.

Esta tarde, há cerca de 1h atrás, começa o barulho. Corridas de um lado para o outro, muito risinhos e pulos, muitos pulos. Tentámos perceber de onde vinha o barulho e parecia vir do andar por cima do nosso, também um T1. O barulho foi-se prolongando, chegando mesmo ao ponto de não dar mais.

Quem me conhece sabe que não sou pessoa de conflitos, sou muito pacato. Mas hoje não deu, levantei-me e fui em direcção à porta. A minha namorada disse para eu não ir, devia ter ouvido.

Subi ao segundo andar e antes de bater escutei com mais atenção e não ouvi nada de maior. Bati à porta e veio a vizinha. A conversa foi sem grande espalhafato, falámos normalmente e acontece que toda a confusão não vinha da casa dela, mas que ela também tinha dado pelo barulho. Pedi desculpa e vim embora. Mal entro a minha namorada diz que afinal o barulho vinha da casa do lado.

A sorte é que amanhã vou às compras e já trago ovos para fazermos um bolo, já todos sabemos quem vai receber uma parte.

Dias em casa

Foi decretado novo lay off onde trabalho no passado dia 20 de Janeiro, que se vai prolongar até dia 20 de Fevereiro, se não estou em erro. Como sou pessoa de respeitar as orientações tenho-me mantido por casa e apenas saio para ir ao supermercado ou para ir deixar o lixo.

Não me lembro se já mencionei isto antes, mas mudei-me para Almada em 2017 deixando para trás quase 25 anos a viver na zona Oeste, onde a minha família sempre morou. Ontem em conversa com as minhas irmãs foi-me perguntado se não ficava aborrecido de estar em casa o dia todo, sem ver pessoas e ficando, cito, "anti social". A resposta é simples. Não. Da minha família directa, entenda-se pais e irmãs, sou o menos social e o que não se queixa de estar em casa. Os meus pais são da geração que foi formatada para trabalhar, estar em casa parados não lhes é natural. As minhas irmãs idem.

E no que toca ao ser anti social também não me faz grande confusão. Sempre tive baixas expectativas no que toca a ser reconhecido, logo mesmo que veja alguém que conheça vou esperar que me fale antes de eu falar. Assim evito fazer figura de urso. É verdade que também tive os meus anos de vida social e saídas e festas. Mas actualmente fico satisfeito com uma sessão de The Crown e um café. Se bem que logo será diferente. Há derbi.

Estante Nova

Já estou nesta casa com a minha namorada há quase 3 anos e nesses 3 anos tivemos a mesma estante na sala. Um estante útil e assim, apenas com um problema. Não se aguentava sozinha. Durante esses mesmos quase 3 anos nunca pudemos fechar a porta, pois se o fizessemos a estante caíria.

Ontem foi o último dia dela. Logo pela manhã antes de ir para o trabalho fui comprar a nova, colocá-la no carro foi toda uma aventura. Durante o dia, a minha namorada tirou tudo o que se encontrava na estante e quando cheguei tratamos de trocar tudo. Mas o dia ainda não tinha atingido o seu zénite. Depois de colocar o último item na estante, fizemos algo pelo qual ansiávamos há muito. Fechamos a porta da sala. Desta vez sem medos.

E é assim que sabes que já és adulto, fazes um post no teu blog sobre uma peça de mobiliário.

Comecei a tomar-lhe o gosto

Desde dia 6 deste mês, dia em que o hotel foi vendido, tenho estado em casa todo o santo dia. Como tal decidi começar a dar um ajuda mais a fundo nas tarefas da casa, para adiantar algumas coisas antes da minha mãe chegar a casa. O engraçado é que o que começou como uma "obrigação" tornou-se em algo que agora faço sem qualquer porblema ou tentativa de me esquivar. A minha mãe só ainda não me confia com a máquina de lavar roupa e com o ferro de engomar.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Posts mais comentados

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub