Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

vamosfalardequê

Umas quantas opiniões

vamosfalardequê

Umas quantas opiniões

Vamos falar de arte

Arte. O que é a arte? Graffiti é arte? Pintura corporal é arte? Dois pontos numa tela branca é arte?

Na minha opinião, sim, talvez e não.

Antes de mais, começando pelo urbano há que diferenciar ograffitis dos rabiscos. O problema é que as pessoas juntam tudo no mesmo saco e para eles quem os faz são todos uns marginais. Mas também há diferenças nos graffitis, há uns que ajudam a revitalizar edifícios, como há por exemplo em Lisboa e há outros que apesar de não serem feios de todo não fazem muito sentido, como alguns vistos nas auto-estradas, que muitas vezes deixem ao nível de rabiscos.

Deixando o urbano de lado e passando para o lado mais "intelectual", na minha opinião arte era aquela que se fazia entre os séculos XVI e XIX, alcançando alguns pontos do século XX.

A arte não ocorre só na tela, edifícios e estátuas são também formas de arte. Barcelona, com várias obras de Gaudí, homem apaixonado pela arquitectura, fez de locais como a Casa Milà, o Parque Güell ou o Templo Expiatório da Sagrada Família ex libris da cidade catalã de Barcelona.

Arte não é algo que se faz do dia para a noite, é algo que tem de ter um certo tempo de "amadurecimento" até chegar a esse estatuto, tem de haver uma concordância geral, não é só porque é bonito ou diferente ou extravagante.~

É tudo o que eu acho que sei sobre arte. Aceitam-se comentários.

 

Warzie

Vamos falar dos anos de faculdade

Os ditos "melhores anos da tua vida". Verdade de um lado, não tão verdade do outro. É um óptimo sítio para conhecer novas pessoas, fazer novas amizades ou consolidar amizades já existentes.

Graças a séries e filmes americanos, todos temos aquela imagem das faculdades nos Estados Unidos da América, onde grande maioria dos rapazes adoraria "estudar" e também algumas raparigas. Existem pessoas que acham que aquilo é apenas uma imagem, mas através de algumas pesquisas, posso dizer que há locais no país em questão em que isso decorre.

No caso de Portugal, o melhor sítio para estudar e mais é no berço do Ensino Superior Português, Coimbra. Boas festas, tradições e pinga. É claro que quem estuda noutros locais gosta da sua faculdade, mas no fundo gostava de estar em Coimbra.

O traje, característico da tradição portuguesa. Nasceu da necessidade de distinguir os estudantes de Coimbra dos restantes habitantes da cidade. Com o passar dos tempos, cada faculdade foi se adaptando à tradição e adaptando o traje à cidade onde se situa a faculdade. Muitos usam-no com orgulho e amor, outros porque fca bem. Apesar de eu nunca gostar dos uniformes que algumas escolas adoptam, com o traje não me importo de andar de igual, porque a capa, é única. Cada estudante coloca os emblemas que lhe dizem mais.

Na minha opinião, o actual problema dos anos de faculdade é o problema da rapidez com que passam. 3 anos é pouco, 5 é muito, fiquem pelo meio termo, 4 anos.

Num outro aspecto é algo que é dispendioso, numa faculdade dita normal, são perto de 3000€ só em propinas. Com tudo o resto é possível que chegue ao dobro desse valor.

Para finalizar, o verdadeiro problema do Ensino Superior em Portugal é o facto de estar tão banalizado, qualquer pessoa, e para o bem do país, pode ser licenciada. Só que os actuais empregadores querem colaboradores licenciados, mas os salários que oferecem não são os mais apetecíveis, é certo que em início de carreira uma pessoa não pode pedir um salário milionário, mas pelo menos algo que cative os jovens a ficar em Portugal. Porque só investindo no que é nosso é que o país pode avançar.

 

Desculpem se me afastei um bocado do tema do título, mas achei que estava interligado.

 

Warzie

Vamos falar de alguma coisa

Hoje ainda não me encontro capacitado de tal forma a pegar num assunto. Ou isso, ou então nenhum assunto me pareceu interessante o suficiente para ser falado.

Muitas coisas me passaram pela cabeça antes de começar a escrever, política, crise, futebol, educação, saúde, sexo... Mas depois decidi aglomerá-las em "coisas". Essa palavra que muitos utilizam para descrever algo, só que a sua crescente banalidade tem-se tornado um tanto ou quanto irritante.

Para mim, só uma coisa pode ser chamada de coisa, O Coisa, um dos super-heróis do Quarteto Fantástico. Pode parecer que estou a divagar, mas até é verdade.

O facto que torna o uso dessa palavra irritante é, sem dúvida, a ignorância humana. Como é possível uma pessoa usar um certo utensílio mais que uma vez e ainda não saber o seu respectivo nome? Quando algo do género acontece comigo, eu prefiro descrever o objecto e dizer em que situações é utilizado. Mais fácil? Certamente.

Uma outra forma de dar à volta ao assunto de "coisa" é chamar "cena". Apesar de usá-la, acho que é um bocado, diga-se de passagem, "azeiteiro".

Para segunda publicação do blog, também acho que não está mau.

 

Warzie

Vamos falar de quê?

Essa é a pergunta que me passa muitas vezes pela cabeça quando ando de carro com alguém e se sente um silêncio estranho apesar das pessoas envolvidas já se conhecerem. Isto é algo que se passa com grande parte das pessoas. 

Às vezes penso se serei eu quem deve iniciar a conversa nem que seja sobre a mosca que me chateou a cabeça de manhã, mas visto que não sou o único presente naquele ínfimo espaço. É certo que há pessoas que desencatam assuntos sabe-se lá de onde, mas muitas vezes eu repsondo com um aceno de cabeça para me mostrar interessado ou só para não parecer mal-educado.

Verdade seja dita, para primeira publicação num blog pessoal acho que não está mau, amanhã passo por cá a dar novidades.

 

Warzie

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D